skip to main | skip to sidebar

O EPITÁFIO


Elder Ferreira

Rosario Tijeras - Jorge Franco

Título: Rosario Tijeras 

Autor: Jorge Franco

Ano da Edição: 2007

Ano da Publicação Original: 1999

Páginas: 160

Editora: Alfaguara

ISBN-13: 9788560281022 

ISBN-10: 8560281029




Em maio desse ano, enquanto eu caminhava atento entre os corredores da Feira Pan-Amazônica do Livro, encontrei, um tanto quanto esquecido, um livro de um autor colombiano que nunca antes eu tinha ouvido falar: Jorge Franco. Na contra-capa da obra constava um comentário do nada mais nada menos Gabriel García Marquez: "Este é um dos autores colombianos a quem eu gostaria de passar a tocha." Como na época eu tinha acabado de terminar a leitura de Cem Anos de Solidão, não pensei duas vezes depois de ler essa recomendação do Gabo e de imediato comprei o romance Rosario Tijeras.

A obra começa no corredor de um pronto-socorro, onde Antonio espera aflito notícias de Rosario Tijeras, uma jovem misteriosa que acabara de levar um tiro à queima-roupa. Ao passo em que se agarra às esperanças e se embala com os barulhos das enfermarias, Antonio relembra momentos ao lado de Rosario, sua paixão platônica, e de seu melhor amigo Emilio, então namorado de Rosario. Como pano de fundo, está a cidade que um dia já foi considerada uma das mais perigosas do mundo e que, até recentemente, era o lar de um dos mais ricos e cruéis carteis de cocaína do mundo: Medellín na Colômbia.
"Como levou um tiro à queima-roupa ao mesmo tempo em que recebia um beijo, Rosario confundiu a dor do amor com a da morte. Mas tirou a dúvida quando afastou os lábios e viu a pistola."
A história ganhou o Prêmio Dashiell Hammett de literatura policial em 2000 e, por causa do sucesso que o livro teve na Colômbia, a obra foi adaptada para as telonas em 2005. Os incontáveis elogios ao autor e a história são merecidos, visto que o romance é intrigante e a escrita do autor bem desenvolvida. No entanto, com tanto drama e personagens complexos, a história falha quando deixa de ser profunda o suficiente para acompanhar a complexidade dos seus personagens. A ação do romance infelizmente se perde no melodrama de amor não correspondido e na mulher sensual que é Rosario.

Na intenção de tentar criar essa personagem fatal, o autor se perde e deixa o leitor querendo mais conforme a história caminha para o fim. O foco nos mistérios de Rosario tira o foco das lamentações de amor de Antonio que, no final, tiram o foco das favelas em Medellín e da situação sócio-econômica em que se encontram tantas famílias reféns dos cartéis de cocaína. Com tantos dramas, cento e sessenta e duas páginas não foram suficientes para levar o leitor mais fundo. Deixando-o, assim, ali, com a água cobrindo no máximo as batatas das pernas e os joelhos quando houveram tantas possibilidades de o leitor ser jogado em alto mar.

Um pouco mais de simpatia e compreensão poderiam ser criados pelos personagens, acrescentando assim mais peso para a história, mas talvez o foco do autor fosse justamente a dor de amor e a femme fatale.  A expectativa que criei depois de ter lido o comentário engrandecedor do Gabriel na contra-capa pode de alguma forma ter arruinado a minha leitura, mas é difícil negar a gigante folha em branco que o autor de Rosario Tijeras decidiu não desenhar e deixar vazia. Ainda assim, o romance de Jorge Franco é consistente. Por causa da sua escrita, ainda não desisti do autor colombiano, mas não posso dizer ao certo quando voltarei a relê-lo. 

12 comentários:

  1. Hullo!
    Eu ainda não li nem esse, nem nenhum livro do gênero, mas estou desejando muito, principalmente agora que estou por dentro do que se trata o livro!
    Beijos.
    P.S. Adorei o vídeo que está na lateral. Quero ler O Sol é Para Todos, agora :)

    Blog Girl Heart Books ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mylane, que joia que você curtiu o vídeo.O Sol é Para Todos será resenhado em breve, pois acabei de ler o livro semana passada (e estou lendo de novo em inglês agora).

      Nesse fim de semana posto a resenha e, já antecipo, sim, o livro é muito bom ;)

      Excluir
  2. Oie!!
    Sempre adoro suas resenhas!!! O livro me interessou bastante e a citação só me instigou a lê-lo!!
    É tão ruim quando você deposita altas expectativas e acaba não sendo "aquilo tudo" :/
    Beijos

    www.notavelleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Gostei bastante da sua resenha, ela me fez ficar bem curiosa com o livro, espero poder lê-lo em breve.

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem??

    Realmente, deve ser um livro que aborda muitos temas... Uma pena que o autor não conseguiu explorá-los tão bem quanto poderia. Gostei bastante da sua resenha!

    XOXO
    Umnovo-roteiro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem?
    Adorei sua resenha. Bateu uma curiosidade aqui, mas fiquei um pouco pra baixo ao ficar sabendo que o autor não conseguiu explorar mais os temas.

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Eu nunca tinha ouvido falar do livro nem do autor. Pena a história não ter sido tão profunda e autor ter se perdido as vezes.
    Adorei a sua resenha e a sua sinceridade.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. É frustrante quando lemos uma obra que tem uma gama de ideias muito boas mas que não são bem desenvolvidas e tudo de bom que há no livro não dá o seu melhor porque fica raso demais. Fica naquela coisa de "é bom, mas poderia ser melhor" :(

    ResponderExcluir
  8. Primeiramente meus parabéns, suas resenha são muito gostosas de ler!
    Eu não conhecia este livro, nem o autor, e também não me interessei muito pela obra. Fico muito frustrada quando isso acontece comigo e vem aquela sensação de que o livro até é bom mas poderia ter sido algo bem melhor.

    xoxo
    http://www.amigadaleitora.com/

    ResponderExcluir
  9. Meio frustrante a leitura, né? Acho muito chato quando a história tem um baita potencial e o autor não sabe explorar. Será que a frase do Gabriel não se referia a outro livro? Bem, mesmo mais pra frente seria legal vc dar outra chance ao autor.
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  10. Muitas poucas páginas pra tanto drama
    Gosto de livros assim mas com pouco página aí não dá
    Que pena que o autor não explorou tanto
    Mas fiquei cuiriosa agora pra ver o filme
    Quem sabe não me agrada
    Adorei sua resenha
    bjs

    http://malucaspor-romances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    O livro parece ser bem interessante. Não faz muito meu estilo, mas eu fiquei curiosa =)
    Adoro suas resenhas!

    Bjs,
    Fernanda
    http://www.amigadaleitora.com/

    ResponderExcluir