skip to main | skip to sidebar

O EPITÁFIO


Elder Ferreira

Contos de Meigan - Roberta Spindler e Oriana Comesanha

Título: Contos de Meigan - A Fúria dos Cártagos

Autor (a): Roberta Spindler e Oriana Comesanha

Editora: Dracaena

Ano da Edição: 2012

Número de Páginas: 618




O mundo da fantasia a cada dia é acrescido das mais diversas formas de magias e criaturas sobrenaturais. Os muitos autores do gênero não pecam na imaginação e estão sempre desenvolvendo múltiplos universos que, dependendo da forma com que são elaborados, podem encantar ou desiludir os leitores do estilo. O cuidado na elaboração dos universos extraordinários, entretanto, deve sempre se guiar em cálculos precisos para que os elementos fantásticos criados não se percam durante a narrativa. Em Contos de Meigan, as autoras construíram os componentes ideais para a concepção da história, encaixando-os no tempo e espaço adequado para que pudessem despertar a sedução nos leitores.

O prólogo do livro é um aquecimento para o restante da história, pois ele descreve as origens dos Magis, seres especiais que controlam elementos denominados Mantares, e as sucessivas guerras e tensões que se passaram pelos solos de Meigan. Escrita em primeira pessoa, essa primeira parte do livro é fundamental para o entendimento dos desfechos da narrativa, pois através do relato do Sábio Eric Caritar, 12º representante da Ordem dos Sábios, que o leitor é capaz de compreender os acontecimentos que transformaram o mundo de Meigan e corromperam o caráter de alguns magis, transformando-os em cártagos, palavra que no idioma magi é usada para se referir a traidores.

É depois da intensa carga de informação do prólogo que a história e os seus protagonistas são apresentados. No início, o leitor pode estranhar a mudança na narrativa, pois enquanto o prólogo é narrado de forma litúrgica por um Sábio, os outros sessenta e dois capítulos do livro são narrados de maneira onisciente e possuem um texto super acessível e de fácil compreensão. Uma característica interessante da obra é a oscilação constante entre os pontos de vista. O narrador muda as visões e em um mesmo momento é possível conhecer os intentos e dúvidas de variados personagens.

Contos de Meigan – A Fúria dos Cártagos inicia com o retorno de Maya Muskaf da Terra, onde viveu três anos fugindo de problemas pessoais, para Meigan. Em busca de respostas para a misteriosa doença de infância que descontrola os seus mantares, Maya retorna ao seu mundo para se reencontrar e se reconciliar com a mãe, que é governante do mundo magi. Entretanto, no caminho de volta, os soldados que a escoltam encontram uma batalha sangrenta originada por um ataque de cártagosmagis desertores que há muito foram banidos para uma dimensão paralela. No meio do caos originado pelo ataque dos cártagos, Maya luta para chegar a tempo em Katur, capital de Meigan, para tentar reencontrar sua mãe, ao mesmo tempo em que inicia sua trajetória pelo caminho de incertezas que o destino lhe reservou.

O livro narra a história de desenvolvimento pessoal de Maya, uma menina mimada e impulsiva, porém determinada, que na companhia do Sábio Keyth e do guardião de um dos sete portões de Meigan, Seth, adentra nos mistérios da invasão dos cártagos e se vê obrigada a aprender a lidar precocemente com traições, perdas e tomadas de decisões importantes que colocam sua vida e a de seus amigos - bem como o futuro de Meigan - em risco. O amontoado de acontecimentos excita o leitor a ponto de fazê-lo torcer para que as páginas se multipliquem para que os mistérios sejam todos resolvidos nesse primeiro livro.

Embora alguns poucos erros de revisão, o enredo bem construído compensa a leitura da obra. Como primeiro livro das autoras, ele encanta pela trama bem desenvolvida e pelo final que desperta a curiosidade pela continuação. O mundo extenso de Meigan, no entanto, seria ainda melhor descrito se existisse um mapa descrevendo o lugar, mas essa edição ainda não possui um. Entretanto, o segundo livro da série, provavelmente intitulado Contos de Meigan - Entre Dois Mundos, já em fase de conclusão e escrito apenas por uma das autoras, possivelmente virá acompanhado de um mapa para auxiliar os passos dos leitores pelos caminhos fantásticos e segredos antigos de Meigan.

Nota: 4.5




19 comentários:

  1. Oi!
    Eu não tenho a mínima vontade de ler esse livro. Não gosto da capa, não gosto da sinopse e consequentemente acredito que não gostaria da história. Percebi que você curtiu a leitura.
    Enfim, gostei bastante da resenha e de saber seu ponto de vista.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara,é óbvio que você não se sente atraído pela história, visto que seu estilo de leitura não parece incluir literatura fantástica, pelo pouco que eu vi dos livros que você resenhou. Mas só queria deixar registrado que a história é muito boa. E ainda por cima é literatura nacional. Num cenário em que só vemos livros estrangeiros, desse estilo, fazendo sucesso, é louvável ver uma história tão boa e promissora sendo produzida por aqui.

      Excluir
  2. Oi :)

    Já li Contos de Meigan e é uma fantasia nacional de excelente qualidade. O mundo é realmente extenso, mas é interessante.
    Ansioso pela continuação - não sabia que ela estava sendo escrita por apenas uma das autoras.

    Ótima resenha!

    João Victor, Amigo do Livro
    http://amigodolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá :)
    Esse livro está na wishlist rs
    Eu gostei assim que vi. A capa é bem interessante e a sinopse me deixou instigada.
    Estou doida para conferir.
    Beijinhos
    http://fulanaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá!

    Eu não conhecia esse livro.
    Apesar de não ter despertado meu interesse, parece ser muito bom.

    Beijos,

    Samantha Monteiro
    Word In My Bag
    http://wordinmybag.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia!
    Adorei o estilo e principalmente sua resenha!
    Show!
    Rizia - Livroterapias
    http://livroterapias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. eu já conhecia esse livro, mas nunca tive muita vontade de le-lo
    até já cheguei a quaase comprá-lo
    agora estou arrependida xD
    beijos
    http://nolimitedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. A resenha só me faz sentir mais vontade de começar a ler logo Contos de Meigan. Já ouvi falar muito bem da história e fico muito feliz em ver literatura fantástica nacional (melhor ainda, paraense!!) de boa qualidade e sendo reconhecida como tal. Não vejo a hora de adentrar os portões de Meigan, haha. Ótima resenha Elder.

    ResponderExcluir
  8. Se eu fosse pela capa, jamais compraria o livro, mas a história é digna de ser lida, uma fantasia bem interessante, sua resenha ficou ótima!

    beijos

    Jéssica - Strawberry de livros e filmes

    ResponderExcluir
  9. Nahim...esse livro parece ser muitoo bom! Só não leio porque estou com minha lista repleta de livros para devorar. Ai...levou quase nota máxima. Erros quase sempre encontramos em livros, faz parte. Também adoro universo da magia e ia amar essa obra.
    Beijos!
    Paloma Viricio- Jornalismo na Alma

    ResponderExcluir
  10. Eu adoro histórias desse genero, mas não são todos que conseguem prender minha atenção. De qualquer forma, fiquei curiosa com a resenha que você fez e acho que ia gostar de ler, pelo menos eu acho.

    Beijos,
    Monique <3

    ResponderExcluir
  11. Oii! Sou louca para ler Os contos de Meigan! Sua resenha está bem interessante, fiquei curiosa!
    beijos

    http://leitorapaixonada19.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Contos de Meigan se tornou um dos meus livros favoritos!!

    Faço minhas as palavras do Júnior: Num cenário em que só vemos livros estrangeiros, desse estilo, fazendo sucesso, é louvável ver uma história tão boa e promissora sendo produzida por aqui.

    Estou, ANSIOSÍSSIMA,esperando o livro dois!

    ótima resenha, Elder <3

    Abraços!

    ResponderExcluir
  13. Sempre ouvi falar que esse livro é ótimo, e por ser nacional, fico bem orgulhosa já que hoje qualquer um com dinheiro e uma ideia chula qualquer lança livro nesse país.
    Adoro literatura fantástica (meu genero mais do que preferido), adorei sua resenha (a melhor e mais esclarecedora que já li) e to bem curiosa pra ler esse livro!
    Acho bem bacana qdo o livro é escrito por duas pessoas que conseguem ficar tão sintonizadas assim.

    Bjokas
    Flavia - Livros e Chocolate

    ResponderExcluir
  14. Oiiii!
    Comprei o livro, que já era mais que desejado!
    Louca pra ler. Ainda bem que sua resenha está sem spoiler u_u
    Sou fascinada por livros que possuem mundos diferentes e mágicos, formando um universo fantástico. A imaginação corre solta!
    Bjss

    ResponderExcluir
  15. Eu tô com esse livro aqui pra ler, mas como é grande eu preciso de tempo. A sinopse me interessou muito, assim como a capa. Sua resenha me deixou ainda mais ansiosa pela leitura. Obrigada pelas suas palavras.
    Beijinhos!
    Giulia - prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  16. Eu estou querendo ler o livro á um bom tempo, porém nunca tenho chance (ou sempre aparece um outro na frente da lista de livros para ler, o que dificulta). Parece realmente bom e sua resenha me deixou até curiosa. Não sei porque, esse tipo de narração me fez lembrar da feita por Draccon, mas acho que é só o pensamento mesmo.
    A capa parece ser bonita, na próxima vez que eu for em uma livraria, vou dar uma olhada, quem sabe acabo comprando, né.
    Beijos o/

    ResponderExcluir
  17. VC? E PRIMA DE MARLENE COMISANHA? ELA FALECEU DEZEMBRO DE 2012 HOSPITAL DO ANDARRI RIO DE JANEIRO.

    ResponderExcluir
  18. sou sim, ela mora na rua canavieira 256

    ResponderExcluir