skip to main | skip to sidebar

O EPITÁFIO


Elder Ferreira

Externos - Conto


Ouvia gritos estranhos vindos da rua, gritos que tinham poder maior do que gritos, gritos que mereciam outro nome: um nome que tivesse de ser gritado para se pronunciar. Contive-me em ver, não ver e quanta curiosidade. Sussurravam aos gritos, sim, sentia isso, todo o barulho era apenas para mim, mais ninguém, apenas eu os escutava, eu os repugnava, queria que estivessem longe, ao mesmo tempo que estivessem perto. A distância pode parecer uma solução, não o fim dos problemas.
Tentei, debalde, evitar ouvi-los, embora a força que tinham, consegui vencê-los, criei minha exclusiva barreira, mas não adiantava. Mais alguns minutos e os gritos apareceram. Joguei-me no chão, tampei com forças os ouvidos, tentei evitar qualquer ruído, qualquer explosão no silencio. Ainda com as mãos evitando, inutilmente, as intensas vozes: parei. Mantive-me alguns segundos estático. Levantei-me, deitei o corpo na janela, afastei mais as cortinas: eram crianças que se divertiam.

6 comentários:

  1. se não tivesse as duas últimas linhas, seria uma experiência muito angustiante.
    adorei
    =P

    ResponderExcluir
  2. Senti-me tão incomodada qnt vc ao ler os "gritos", se não estivesse lendo, eu mesma teria tampado os ouvidos.
    Também não pude evitar rir no final =X Crianças às vezes incomodam. kkkk

    ResponderExcluir
  3. Meu caro, obrigado pelo comentário. Em relação a sua idéia sobre a bissexualidade, é interessante, mas não era bem a intenção. Eu sabia que o texto ia liberar alguma idéia assim e no fundo era essa a intenção? Deixar para a interpretação individual de cada um direcionar a idéia. O que romeu roeu? Quem é romeu? E qual a relação de romeu com o falo de todos nós? Romeu< Roma < Amor... e só pra incitar mais as suas idéias interpretativas deixo uma frase do João Cabral "O amor comeu o meu medo da morte". Desculpa pelos hermetismos, camarada. Boas letras, pra vc!

    ResponderExcluir
  4. Amo esse estilo sabia?


    Quando está ficando uma complexidade só, percebemos que o caso é simples.


    Abs, Keidy.

    ResponderExcluir
  5. ''...gritos que mereciam outro nome: um nome que tivesse de ser gritado para se pronunciar.''

    Achei ótima a jogada com as palavras.

    ResponderExcluir